Filmes de HQs – 2011 – Parte 02

No capítulo anterior…

1 de Julho – Transformers: Dark of the Moon

Transformers, atualizados por Michael Bay, já estão devidamente inseridos no consciente dos espectadores. Robôs alienígenas que se transformam em carros. Um adendo: No desenho original (eu comprei pra mim dois dvds, o do segundo ano meu filho me roubou, o da primeira série deixo em casa pra ele ver e dormir…) os transformers estão na terra a milhões de ano, nada de “de repente” eles aparecem.

O primeiro filme foi basicamente uma experiência de quantas explosões poderiam ser contidas num roteiro sem o filme se tornar uma bomba (e é claro inserções de pedaços do corpo de Megan Fox). Eu vi e achei até passável.

O segundo, como já disse, detestei. Fui ver para passar o tempo no num vôo de volta de Europa e quando o filme terminou senti que tinha PERDIDO MEU TEMPO. Podia ter visto um filme de arte pra depois citar e esculhambar para os cults. Mas não, fiz o pior. O segundo filme (também dirigido por Bay) foi uma experiência de ver quanto filme podiam colocar entre explosões. E Megan Fox cada vez mais plastificada. Passam o filme inteiro defendendo algo, para no final descobrir que tal coisa só podia ser usada por que MERECIA (coisa que os vilões não eram). Pra acabar um personagem morre e é trazido de volta a vida basicamente por palmas, como em Peter Pan ou Ong Bak (é injusto colocar ambos tão próximos do outro, por que Onk Bak desceria o cacete no Peter, mas ambos tem o momento de derrubar o cú da bunda).

Veja o que ele fez com um comercial:

Se você adiciona o Shia LaBeouf e mais uns robôs gigantes = tranformers 2 1/2. E sim, ele colocou explosões no deserto, algo que aparentemente o aquece por dentro.

Bay prometeu ter menos explosões neste próximo transformers, eu duvido. E Megan Fox pulou fora. Mas vai saber… A dica é: Fuja. Para as montanhas. Leve os inimigos pra ver, e saia escondido depois dos trailers.

22 de Julho – Captain America: The First Avenger

Outro filme da marvel. Capitão América é a encarnação da “América ideal” e não a América atual, o que sempre rendeu boas histórias. Nos quadrinhos, ele lutou contra os nazistas na primeira guerra, foi dado como morto e foi encontrado tempos depois, congelado (pelos vingadores originais). Depois de descongelado ele  fez parte do grupo, quase sempre como lider ou pelo menos de compasso moral. Não poucas vezes foi contra as atitudes do governo mas de acordo com sua ética (até teve de deixar de ser o América e ser só Capitão). Ele é o ápice humano, devido a experiências que o exército fez nele. Nada de raios dos olhos ou controlar o tempo com o nariz. Força sobre humana, gênio militar e um escudo.

No filme possivelmente será mostrada a origem dele não como experimento para poder ganhar a guerra e sim, como um golpe publicitário. Ele seria um símbolo mas não entraria nas batalhas. Por um lado é bom, por que desenvolvem o caráter dele depois.

Por outro lado… O escolhido como Steve Rogers foi o canastão Chris Evans. Não que ele seja um péssimo ator (E não que o segundo filme do Quarteto seja um bom exemplo pra se lembrar), gostei do trabalho dele em The Losers, que é um “Esquadrão Classe A” que saiu antes (e veio dos quadrinhos). Pensando bem o cara já interpretou 3 personagens de quadrinhos… 4 se considerarmos o filme Hype da HQ Hype Scott Pilgrin contra o mundo (preferi o quadrinho, o que também não quer dizer grandes coisas). Tocha, Loser, Namorado maligno 3 e Capitão América. O problema foi que ele claramente disse não conhecer o personagem o que causou um verdadeiro fuzuê entre os fãs de todo mundo. Acho que devemos ver esse filme esperando uma atuação fraca do Evans, por que assim podemos ter boas surpresas. Eu devo ver no cinema, sem ser em 3D, claro. Creio eu que esse filme dará o tom para o encontro dos Vingadores, já que no próprio título entrega o jogo: Capitão América, o primeiro vingador (entram na jogada o Homem de  Ferro, Hulk e Thor em 2012)

29 de Julho – Cowboys & Aliens

Eu acreditava ter lido a HQ antes e descobri que não. Já estou começando a leitura e pelo artista e prévia parece interessante. Vou dar minha opinião sem saber muito do filme: Sério mesmo, Caubóis e Aliens? Tem uns 3 gibis que falam disso (inclusive um ótimo da série Aliens). O ator principal é o Daniel Craig, e participam também Harrison Ford, Olivia Wilde e Sam Rockwell entre outros. Direção executiva de ninguém menos que Steven Spielberg e produzido por Brian Grazer e Ron Howard. De cara te digo que será uma grande produção, milhões investidos. Mas acho que será um daqueles filmes nível Independence Day. Muito bom no contexto da época, mas depois fica um negócio muito sessão de domingo. Muitas estrelas badaladas não garantem um bom filme. Spielberg perdeu o jeito (ultimo bom trabalho, Flags of Our Fathers de 2005). O diretor Jon Favreau, não tem a experiência para um filme de ação desse tipo, creio eu.

Farei a resenha da história em quadrinhos essa semana. Sobre o filme? Veja no cinema se estiver passando por lá, dia quente, dinheiro no bolso. Não saia de casa pensando nesse filme. Podemos medir esse pela Veja. Se a veja indicar será ruim, se não, será bom.

19 de Agosto 19 – Conan 3D

Este pode ser a bomba do ano. Vão recontar a origem do Conan (o mesmo do filme do Arnold Schwarzenegger). A galera semi cult está em peso (Rose McGowan e Ron Pearlman) mas não creio que valerá o ingresso. E pensar que Conan tem tanta história. Não acho que seja a hora do retorno desse estilo de filme, que podia ter seguido o Gladiador com Russell Crowe. Eu torço pra que esse dê certo, mas as únicas coisas que me vêm a cabeça são cenas de Xena e Hércules. Bem, aguardemos novidades, mas pelo andar da carruagem, não veja. Eu não verei.

Anúncios