Pantera Negra – Review e parte com spoilers separados no final.

Capa o filme do Pantera

Pantera Negra é um filme estadunidense blablablablablablablabla mas você não leu isso aqui, vc leu certinho como no link. Lançou no Brasil HOJE (15/02) e JÀ TEM RESENHA AQUI!!! CREDO!!

Pantera negra é uma sequência direta de Capitão América 3: Guerra Civil, onde fomos apresentados a T’Challa, filho de T’Chaka, rei de Wakanda. Graças as altas armações do Barão Zemo no filme do capitão, o rei T’Chaka morre e T’Challa é incumbido do trono e do manto de Pantera Negra (é de se imaginar como um Pantera Negra véi e gordo caberia na roupa de pantera, mas acho que tem um limite de idade/peso pra ser o pantera). Em sua primeira aparição, o Pantera lida com a morte do pai, sua busca por vingança e o que fazer depois.

NESSE filme (UMA SEMANA depois da morte do pai) ele volta a Wakanda pra celebrar as cerimônias que o empossam como rei de facto.

Wakanda é rica no minério Vibranium (o mesmo que compõe exclusivamente o escudo do Capitão América no universo cinematográfico) também sendo o único lugar no mundo onde existe esse minério. Extremamente valioso e versátil, o uso do metal acabou criando uma nação rica e extremamente avançada tecnologicamente no coração da Àfrica, mas que para se proteger, se disfarça de país de terceiro mundo com predominância agro-pastoril (putz, usei essa palavra fora da sala de aula, vish).

Sério, a tecnologia de Wakanda põe Tony “Homem de Ferro” Stark no chinelo.

Esse filme trata sobre a disputa pelo poder de Wakanda, seja do vibranium ou sobre o reino.

No geral o filme é bom, sem dúvida o filme da Marvel com mais enredo já lançado. Senti tons de drama shakespeareano, com revoltas de família, traições e golpes. Tive alguns problemas com pequenos detalhes, mas confesso que é bem encheção de saco de fã de quadrinhos. No geral só achei pesado na crítica social americana, mas não algo que negue as qualidades do filme.

Também tem consequências quanto ao universo marvel, mas menos do que eu imaginava ainda mais sendo o último filme antes de Guerra Infinita (que estréia agora em Maio).

Tem um tom grandioso e de descoberta que achei que não veria mais no universo marvel e confesso que o mundo tecnológico de Wakanda é algo que só vimos em mundos alienígenas no filmes, em contraste ao que o próprio país fictício projeta ou a imagem que temos da Àfrica, históricamente dizendo. Acho importante também a representatividade, que fica bem claro em certos momentos. Proporcionalmente não temos muitos heróis fictícios mainstream de origem não ariana, seja nos quadrinhos ou fora deles. Pode ser um exemplo para muitos, que não tinham heróis para se espelhar. Apesar de sua primeira aparição ser meio de coadjuvante em CA3:GC (e nem me fale do ajudante negro de Tony Stark e do ajudante negro do Capitão América), aqui vemos um herói se sustentar “sozinho”.

Tem humor, as relações humanas tem muito de real (comportamente entre irmãos, filhos), a realidade de Wakanda em si foi bem construída, com as relações internacionais e cultura.

Pro filme dou nota 8,5.

“Poderia ter sido melhor como, seu babaca?” Vc se pergunta com vozinha de desdém internamente. Calma que eu respondo, mas primeiro vamos as formalidades:

TEM SPOILER CARAMBA! Se tem problema com isso, pare de ler agora e vai ver vídeos de gatinhos no youtube!

Como eu disse, vou falar quais são meus problemas com o filme.

Mas primeiro eu vou encher de linguiça por que, na boa? Não tem vezes que vc acaba lendo alguma coisa mesmo só “passando olho por cima”? Eu vivo fazendo isso.

Inclusive já cheguei a ler coisas QUE NÃO EXISTEM por que li o final de uma palavra, encaixei com o final de outra palavra de duas linhas acima e misturei tudo e saiu BERIBEKAM que me lembrou da bruxa Kiúza e Jáspion.

Pois é, preciso encher um parágrafo pra quem foi ver vídeos de gatinhos mas tem esse comportamento de bater o olho e procurar “DE ONDE DIABOS EU LI TAL COISA”.

Já tá bom?

Aqui talvez?

Não, aqui.

PORRA NÃO TEM DEUS PANTERA. Quanto mais eu assistia mais eu sentia saudades do velho deus pantera. Não sou expert em Pantera Negra, mas o tanto que eu li sempre teve um deus Pantera não sério, meio sacana e completamente no controle. Nos quadrinhos (salvo engano) o escolhido como pantera tomava lá um extrato da folha em forma de coração (o chá santo pantera daime) e se encontrava com o Deus pantera. SE o deus pantera o achasse digno, ele podia ser o próximo pantera. E não foram poucos que foram rejeitados. Como o deus pantera acha o povo digno? Enfrentando, questionando, depende muito.

Outra coisa NÃO TEM NENHUMA JOIA DO INFINITO (referenciada diretamente), eu e o mundo apostávamos que o vibranium poderia ser a chave pra achar a Jóia da Alma, afinal o deus pantera vive numa dimensão estranha lá. Claro que eu não estranharia que depois retconassem isso, mas pô! Jóia da alma pô!!!

Uma coisa que me deixou puto é que o Pantera perde na porrada pro Killmonger. Pera, não disse isso? PODER DO RESUMO FULMINANTE!

Pantera volta a Wakanda depois da morte do pai, na cerimônia de posse,  é desafiado (normal) e ganha da tribo dos excluídos, sendo coroado rei. Na sequência, o Klaw (Golum, o mercador de armas cujo antebraço foi arrancado por Ultron em Vingadores 2), responsável pelo maior roubo de Vibranium da história de Wakanda, que matou um monte de gente, é encontrado. Como dívida a uma das 5 tribos de Wakanda (o ex-lider/pai de uma delas foi um dos mortos) T’Challa vai atrás do vilão, que é pego numa Coréia. De lá, o vilão foge do FBI com a ajuda de um mercenário que aparece direto no filme.

Retornando pra Wakanda o Pantera chega de mãos vazias, enquanto o mercenário entrega pra tribo que queria o Klaw, o corpo do vilão. È revelado que esse mercenário (Killmonger) – é PRIMO de T’challa.

O irmão do rei T’chaka (pai do Pantera), era um espião nos Estados Unidos, mas vendo o sofrimento do povo negro lá, acaba passando informações que foram usadas por Klaw para roubar o vibranium. O pai do pantera matou o próprio irmão e deixou quieto o filho do irmão. Agora o guri cresceu, quer usar o poder superior de Wakanda para “ajudar o mundo” e desafia o Pantera pelo trono.

Como ele é de linhagem real e se sentindo culpado, o Pantera aceita o desafio e perde, sendo jogado de uma cachoeira altíssima e sem poderes. “Morre“.

Killmonger, agora rei, ganha poderes do Pantera e soberania sobre Wakanda. Manda acabar com a planta que dá poderes e ordena que Wakanda forneça armas para todos os povos oprimidos, onde Wakanda tem espiões (no mundo todo). 

A mãe do pantera, irmã malaca dele e a espiã ex-namorada que ele quer de volta (E um cara do FBI penetra) roubam uma flor do santo daime pantera antes de ser destruída, fogem e vão lá pra tribo dos excluídos, já que históricamente essa tribo sempre treta com governo central wakandense (Wakandeniense? Wakandaniano? Wakando? Wando?). Oferecem a flor pro lider dos excluídos (que perdeu a luta pro Pantera no começo desse resumo), mas este revela que achou o Pantera “T’challa” e que o herói está a uma gota pra ir pro beleléu. Usam a planta nele, que dá os poderes e o salva.

O Pantera “T’challa” resolve continuar a luta com o Pantera “Killmonger” uma vez que ele nunca pediu arrego (os desafios pelo trono só terminam com desistência ou morte), enquanto o resto do grupo se divide em destruir naves antes que elas levem as armas ao exterior, e enfrentar as tropas fiéis ao novo rei.

Pula, briga, explode, a guarda costas e namorada do chefe da tribos dos vira-casacas convence o cara a se render (com ajuda da tribo dos excluídos), o cara do FBI detona as naves de armas e o Pantera “T’challa” ganha do Pantera “Killmonger”, que tem um momento de redenção “sou apenas um garoto de Oakland, em um mundo de conto de fadas”, e prefere a morte aos grilhões “Como os ancestrais que pulavam dos navios negreiros em alto mar”. O filme termina com Wakanda oferecendo ajuda aos outros países e o prédio onde o Tio espião foi morto, como um dos centros de ajuda Wakanianos. 

È relativamente simples mas:

O PANTERA PERDEU a luta pro Killmonger. Simples assim. DEPOIS ele reganha os poderes, mas tecnicamente ele perdeu. O que é uma sacanagem. O Pantera é tipo, Rei Batman assumido, sem fixação sado-masoquista.

O vilão se redime, por que ele não é tão mal como vc acha. O que é uma sacanagem e o que os vários filmes do aranha me fizeram odiar. Outro que o vilão é todo “vou ajudar todo mundo” e segundos depois vira “vou matar todo mundo”. O plano dele de ajudar vira um plano de detonar de um passo pra outro.  E depois ele tem um momento de arrependimento. Correu muito rápido pra quem passou boa parte da vida planejando.

Klaw ficou uma caricatura escrotenga. Ele é um vilão foda, mas ficou aquele espantalho: só engana os cérebro de passarinho.

O momento no final que o nerdzinho pergunta pro Pantera quem é ele, ficou bem legal, por motivos.

Gostei muito que o filme tem um bilhão de linguas diferentes, acho que vai ter um povo nos Estados Unidos reclamando de ter que ler legenda.

Fiquei triste com as duas cenas pós créditos.

Uma é o Pantera falando que vai ajudar os paises, na ONU (com uma vibe EU SOU O HOMEM DE FERRO), a outra é o Bucky saindo de uma tapera com aquela cara de “to curado”.

Por que eu fiquei triste? Sem Jóia da alma. Sem Thanos. As ligações com o universo marvel são: O agente do FBI (de Vingadores 2), o Pantera em si e o Bucky. Bah, isso é cota mínima. EITAPORRA!!!!

Mas o que eu esperava do fundo do meu maligno coração era uma “dica” do universo mutante. O Deadpool, sei la. Depois pensei, quem sabe mostrar uma mulher fazendo chover. ALGO.

Eu ia molhar as calças se algo assim acontecesse. Por que não sei se você sabe, a Disney comprou de volta o universo de heróis da marvel que estava na fox. Então tecnicamente o quarteto e os mutantes estão de volta ao lar!!! Por..ULXA ia ser demais.

Mas fica nessa. O pantera teve um filme mais legal que o universo compartilhado da DC.

Coisa que o criança perpétua fez suspense só pra vc procurar online, e depois perceber que colocamos aqui em baixo e vc não precisava ter procurado no google:

Nos quadrinhos era dito que o escudo do Capitão América é uma mistura de Adamantium com Vibranium. Ninguém sabe a proporção e até agora é a liga de metal mais resistente de origem terrestre. A fórmula foi pedida com a morte do criador original, já que normalmente adamantium e vibranium se anulam e o resultado é ruim (liga frágil). Sendo assim o escudo do capitão seria considerada a única ligação de Adamantium de Vibranium que deu certo.

Nos filmes, o universo dos X-men (adamantium) estava na Fox e o Vibranium no Marvel Studios. Então supõe-se que o escudo do Capitão América dos filmes  (até agora) é feito somente de Vibranium.

O que é engraçado, já que no universo Ultimate por muito tempo o Capitão América de lá tinha um escudo feito 100% de adamantium. Depois era feito pelos deuses nórdicos…

PORÈM

Isso foi propagado no Guia Oficial Marvel (1983). No livro, no verbete “Capitão América” é dito que o escudo é feito de liga de adamantium com vibranium. Já no verbete “Adamantium” o escudo está descrito como sendo de Vibranium e liga metálicas. Na edição americana de Capitão América 303 (Março de 1985), é dito que o escudo é feito de Vibranium e ligas metálicas. E DAÌ????

E daí que o mesmo criador do escudo passou o resto da vida tentando criar algo semelhante ao escudo, e acabou criando o ADAMANTIUM. WTF Myron MacLain??? Falhando PRA CIMA???

Durante a saga Fear Itself o escudo é quebrado, mas ferreiros de Asgard arrumam (adicionando o metal mágico Uru, o mesmo do Martelo de Thor, Mjonir? Minjor? mjonri? Miaumiau. Um desses) e o Homem de Ferro tb ajuda. O escudo ficou com uma aparente “cicatriz” que o Capitão deu like por que deixava o escudo com “mais carater”. E por respeito ao Capitão todo e qualquer desenhista posterior ignorou essa cicatriz e desenhou o escudo sem ela.