Viagem para Bonito

Sem me delongar (aparentemente eu escrevi um conto aqui pra trás, vc sabia? Eu não! Ok, eu sonhei e escrevi e esqueci que escrevi) prometi ao meu rebento que ao completar 12 anos iria leva-lo a Bonito.

O que é Bonito você me pergunta? É a maior atração turística ecológica do MS, estado onde resido. Tem grutas, rios, flutuação… só indo pra crer. Saiba mais aqui. Também é um dos destinos mais procurados do Brasil, mas são meros detalhes.

Pois bem, a crise bateu doído em mim, então fui montar essa viagem para 3 (namorada, djo e filho) que se tornou uma viagem dos 3 irmãos e cônjuges + meu filho, e se bobear mais um casal!

Como não é fácil, fiz esse mini guia sobre…

O que fazer em Bonito?

Uma flutuação pelo menos.

Flutuação, apesar do nome exótico é descer o rio boiando, observando debaixo d’agua com máscara de mergulho e snorkel. Em qualquer situação vc falaria “extremamente excitante olhar pro fundo da água, nhé”, mas é por que você não deve ter ido a Bonito. Como é basicamente proibido pescar lá, os rios ficam intocados, os animais (não só peixes, mas mamíferos e répteis) são bem menos tímidos e tem as plantas e nascentes. É outro mundo.

Já fiz a do rio Sucuri (2x) e a do rio da Prata. A do rio Sucuri é relativamente mais barata, o rio é mais frio e tem menos peixes. A do rio da prata assusta pela quantidade de peixes, na boa. Tem também um “vulcão” que é um olho de água gigante. Se você for a Bonito, faça uma flutuação (e não se guie pelo preço).

Visitar a Gruta do Lago azul (pelo menos uma vez na vida)

A gruta do lago azul é o passeio mais “marcante” de Bonito, já que é algo que SÓ tem em bonito. Por caras que curtem literalidade é um buracão no chão com água no fundo. Pra mim foi uma demonstração que a natureza é inspiradora e assustadora. Antigamente se podia entrar na água, mas pra não zuar o ecossistema interno, hoje é só visitação. É algo bonito de se ver, é barato e algo que só se vê lá. Eu fiz uma vez a 15 anos e farei de novo agora, pra acompanhar meu filho. Veio pra Bonito, precisa fazer essa.

Ir no projeto Jibóia.

“Ouvir um discurso sobre cobras?” Não. Assistir um ótimo palestrante te informar E te fazer rir por quase uma hora. E ouvir sobre cobras. Em um horário em que você não faria nada em Bonito.

É imperdível. Fui uma vez, daí me prometi ir TODAS as vezes que vou a Bonito, essa vez não será uma exceção.

Ir em um ou mais balneários.

Essa eu falo: São alguns dos passeios mais baratos que você pode fazer em Bonito. A água é boa, você tem mais liberdade que os tours e pode descansar um pouco.

Como foi dessa vez?

Uma vez decidida a data que melhor acomodasse todos, fui pesquisar agências e me informar sobre passeios online. Os preços dos passeios são tabelados, então fica mais uma questão de escolha que indicar. Fui bem atendido pela Ygarapé a um tempo atrás e dessa vez um cara da Sucuri me respondeu mais rapidamente. então combinei com ele.

Como fiz:

Vou de Campo Grande e não quero ficar subindo e descendo Bonito, até por que vou de carro. Ah

Você precisa se virar com Transporte.

Os passeios normalmente não são na cidade, então você tem 3 opções:

  • Usar transporte especial (vulgo, vai morrer grana preta em Taxi)
  • Usar transporte compartilhado (Combine TUDO com sua operadora de turismo, e eles te colocam numa van com mais turistas, sai mais barato)
  • Usar transporte próprio (meu caso, e não quero ficar cruzando acima abaixo a cidade, por que tem coisas longe também)

Então NUNCA se esqueça que em Bonito, o transporte tem que ser planejado. Na fé é na sorte.

Voltando…

Originalmente queria refazer a flutuação no rio da Prata, um passeio que é “longe” da cidade pra padrões de Bonito. Pra ser exacto é em outra cidade chamada Jardim. 1 hora de Bonito. Não tenho tempo nem paciência pra perder 2hs (ida e volta) pré/pós passeio desses. Como meu tempo é curto (serão 3 dias e 2 noites por lá) me organizei pra chegar ou sair pela cidade PASSANDO por um passeio. Descobri que tem OUTRO passeio legal (que não fiz) ainda mais longe, lado completamente inverso, O plano ficou chegar por Bodoquena (4 a 5 Horas de Campo grande, via Aquidauana, estrada antiga e movimentada) que é 1 hora de distancia de bonito e fazer o passeio do Boca da Onça, onde tem a maior cachoeira do estado. Além de vááárias coisas pra fazer E incluir almoço.

Passamos o dia nesse passeio, onde chegamos a noite no hostel. Putz

Acomodações:

Organizar um bagulho desses em 1 mês vai exigir bastante jogo de cintura da sua parte. Vai sofrer. Mas também tem coisas legais. Eu sou usuário do site Hostelworld a um bom tempo. Também sempre ia no mesmo Albergue em Bonito desde sempre (principalmente por ser barato).

Não tinha vaga no albergue que queria, mas o site me indicou um outro (creio ser um hotel que foi reformado em 2014/2015), chamado Che Lagarto. Com esse nome exótico pensei “Só em Bonito” mas não, tem um monte pela América Latina. Bons preços, minha turma quase enche 2 quartos.

Daí entra a malemolência de quem só faz cagada: paguei um extra no site pro caso de cancelarmos (ei, pode ser que os parente em bonito nos acomodem…) e eu receber o sinal de volta. O extra é coisa de 30% do sinal, então poderia ser pior.

O hostel parece ser excelente e oferece café da manhã, então já viu: comer como um desesperado pra não gastar mais com comida. Também é bem localizado, uma das entradas dos passeios passa DO LADO.

CONTINUANDO NOVAMENTE

Chegamos no hostel (pelo site avisei que chego tarde, não quero arriscar perder a reserva) e vamos bater perna no centro, que é uns 500 metros do Hostel. Como é final de semana periga ser ruim de mercados, mas devo fazer o passeio do Aquário que fica no centro.

No dia seguinte eu tinha organizado mil coisas e mudei, no fim a manhã ficou livre. Devemos ir em um balneário ou flutuação.

A tarde combinei de ir fazer um mergulho com tanque de oxigênio que sempre foi meu sonho fazer e é óbvio, quero que meu filho faça.

Esse mergulho foi uma saga: Queria fazer na lagoa misteriosa (que é no rio da prata, meu ultimo passeio de bonito), mas aparentemente ela fica fechada de outubro a abril por que é época em que uma alga deixa a visibilidade para flutuação e mergulho iniciante ruins. O atendente me indicou o Scuba Dive no rio Formoso. Também achei que só eu e meu filho faríamos, mas o grupo tudo curtiu. São 30 minutos debaixo d’água, deve ser divertido.

A noite vamos no Projeto Jibóia, que é obrigatório.

No dia seguinte após o check out do hostel consegui encaixar com a chegada de mais pessoas no grupo, fazer duas grutas: A de São Miguel (relativamente nova) e a do Lago Azul. Uma é coisa de meio km distante da outra, então aproveito a manhã pra fazer dois passeios. Infelizmente não consegui pegar o horário ideal de visitação na gruta do lago azul (das 7:30 as 10hs), mas suponho que poderia ser pior.

Uma parada pra almoço na cidade (por que no rio da prata cobram 42 pratas por almoço) e saio de bonito em direção a Jardim, coisa 1 hora de carro, pra ir a Flutuação do Rio da Prata.

Chego por um canto e saio pelo outro, pra evitar perder 2h de trajeto em cada passeio. Organizei pra fazer 2 grutas na mesma manha e não aproveitar inteira. Sim devo pegar mais estrada, mas menos “vai e vem”.

O hostel tem café da manhã das 6 as 10hs, então podemos comer bem cedo e sair.

Como são 2 noites pegando um domingo, pagarei um preço baixo de hospedagem, APESAR de não ter quase opção por que a cidade já está cheia.

Conversando via skype com o agente da operadora, combinei tudo e fiz uma transferência pagando 30% do total como sinal e garantindo meus passeios. Chegando na operadora eu posso pagar o resto em 3x sem juros, se o total passar de R$400.

Então é isso, devo postar fotos da aventura real depois.

Ps: Agendei a postagem desse post após o periodo em que estarei lá, pra não gorar hahahah

Anúncios