Supergirl? Superman III e Superman IV – Filmes Review

Depois de muito deliberar sobre como continuar a SAGA ANTOLÓGICA DOS FILMES DO SUPERMAN, resolvi seguir o caminho menos seguido: Os (5) filmes antigos serão na base da Cronologia interna e Returns e Homem de Aço, separados.

Superman Antologia

Supergirl (1984)

supergirlVÉI! POR QUE FUI ESCOLHER O PIOR DOR PIORES PRA COMEÇAR ESSA PARTE DOS PIORES?

Acho que é por que foi pq vi ONTEM (depois de Mad Max Além da Cúpula do Trovão)

Começando: Helen Slater como Kara Zor-El, Peter O’Toole como mestre Yoda beatnik nas drogas, Zaltar (que nunca vi no gibi), Simon WardMia Farrow no que me parece uma ponta de luxo, como pais de Kara (O pai dela é parente do Pai de Kal-El), Faye Dunaway como a “bruxa” Selena… mais sobre ela depois, Brenda Vaccaro como Bianca (lacaia básica dos inimigos dos filmes do super), Peter Cook como o estranhíssimo Nigel, Maureen Teefy como a irmã de Lois Lane, Lucy Lane, Hart Bochner como o pedaço de carne que todas do filme desejam, Ethan e Marc McClure como Jimmy Olsen de novo.

Cara, esse filme pega o que os outros fizeram e joga longe.

Mas vou te falar, a MELHOR CENA DE VOO de todos os filmes clássicos, é quando Kara-El aprende a voar. Foda-se que ela usou visão de calor pra fazer um botão florescer segundos antes. A CENA DELA VOANDO ESTUCA AS DO SUPERMAN. Diz a lenda que a atriz ficou uns 8 meses aprendendo como se movimentar no guincho de 100 e pocos metros. E valeu a pena. Tirando isso? Filmezinho nota 3.

Se seu radar de sarcasmo estiver desligado (suponho que ele pode ter exprodido ao acessar meu site, aqui o sarcasmo é níveis acima dos outros lugares) qualquer (?) que dizer “PUTAQUEPARIU-OQUEELESTAVAMPENSANDO-DOGRASFULMINANTESMANOLO”

Kara-El vive com sua família na cidade de Argo junto com uma porrada de Kriptonianos que sobreviveram a explosão de Kripton (?).

Eles não só sabem que Kal-El foi enviado pra Terra (?) como o nome que ele usa lá (?).

Essa cidade foi salva graças a Zaltar, um cara MUTCHOLOCO que “descobriu” o Innerspace, O “espaço interior”. Nas palavras do Zaltar “O Innerspace é aqui o Outspace é lá”. O mesmo Zaltar é um ranzinza que aparentemente adora a terra, artista plástico que faz esculturas sobre Árvores, Cavalos… e menciona coisas terrestes SEM NUNCA TER CHEGADO PERTO DAQUI. Suponho que os Kriptonianos tinham maneiras de observar a Terra (explicaria o motivo dos pais aliens de Clark saber tanto daqui e que o superman teria poderes). Só que não é mencionado EM NADA no filme. E Kara é totalmente ignorante sobre o planeta, apesar de saber que seu primo (único kriptoniano vivo fora do Innerspace) vive aqui! Sabe o nome terreste, onde o cara trabalha, mas é TOTALMENTE IGNORANTE SOBRE A TERRA. Ok, ok, continuando.

Zaltar rouba a fonte de energia de Argo (que mantém luzes e ar ligados, pensa na energia do povo em O Vingador do Futuro) pra ajudar em algumas de suas “instalações”. Ele conversa com Kara e posteriormente com os pais dela sobre sair do Innerspace. Nisso, Zaltan passa pra Kara uma varinha/chup chups giratório que usa pra criar coisas e mocadamente (enquanto conversava com os pais) passa a bolinha “fonte de energia de Argo” pra Kara (que fez uma libélula com o vibrador/varinha chup chup giratório). Kara, mocoronga, usa a bolinha (Omegahedron) pra dar vida a libélula que arrebenta a película plástica que protege Argo do espaço (sim, proteção de plástico). O buraco suga o Omegahedron e quase puxa Kara. O problema é que agora a cidade ficará sem energia. Zaltar se prontifica a usar a espaçonave (que vivia ameaçando usar e nunca usou) pra resgatar a bolinha energética e os pais de Kara ficam discutindo com ele. Kara ninjamente entra na porra da espaçonave e vai “resolver o problema que causou”, deixando a cidade sem energia e Zaltar sem escapatória a não ser ser banido pra Zona Fantasma (onde os Kriptonianos Zod, Ursula e Non estavam, lembra?)

Na viagem (que inclui atropelar um ovo cru que girava num vórtice, acredite) Kara sai de dentro da espaçonave que… estava dentro de um lago (veja bem, não “caiu”, não “aterrisou”… não “pousou” ESTAVA dentro do lago) já vestida com o uniforme de Supergirl. Macomo (?)

A bolinha energética tinha caído do céu (caraio, n era do lago que se chegava do Innespace?) em um casal. Ele, um mago que se diz fodão, ela uma bruxa que acha que tem que dominar o mundo. Ela, mais que malandra vê o bagulho e acha que pode usar pra si própria e abandona o mago, usando o carro dele (a bolinha energética liga o carro por ela. Além é claro de ligar o som do carro que anuncia “O Superhomem saiu da terra em uma missão de paz para galáxias distantes”).

Supergirl cai na terra (seria mais pra pula pra fora do lago) e começa a testar poderes. Pega uma pedra e despedaça. Pega um botão de flor e faz florecer (com visão de calor?). Ao cheirar percebe que flutua. Daí começa a pular como um cervo em câmera lenta, até chegar a sequência de uns 2 minutos de vôo (que vale o filme todo).

Kara voa voa, e pousa em uma rua, pedindo informações (não te falei que os Kriptonianos falam inglês fluente? Falam) pra um par de caminhoneiros “procurando por uma diversão”. Achei bem direto, um par de caras vê ela na quebrada e pensa “estupro”. Cara, infelizmente a maioria da humanidade é assim mesmo e é horrível, eu sei, mas  é assim.  Kara derruba um na base do sopro, outro num chute nas bolas (que não teve super força, infelizmente) e sai voando.

Nisso a Bruxa (Selene) encontra sua lacaia (Bianca) e começa a planejar o que fazer com esse poder que conseguiu. Veja bem, Selena é interpretada por Faye Dunaway e te juro que TODAS as cenas que ela olha “to concentrada pra fazer a mágica funcionar” me lembram memes da internet. Sério. Acho que já vi de outros carnavais.

Continuando, Kara resolve dormir no mato e acorda perto de um colégio “só de garotas”. Observando a galera, ela “se disfarça” com as roupas do colégio para se misturar. Mas se disfarçar tipo “sou mágica” porque passa por umas árvores e tá com a roupa diferente, cabelo diferente… que caraio é isso? Poder de “super maquiagem”? Entrando no colégio ela finge ser estudante nova (Linda Lee) e quando questionada sobre uma carta de recomendação ela forja uma (em super velocidade) de seu primo Clark Kent, de Metrópolis enquanto o Diretor dava uma mijada rápida. O diretor coloca ela no quarto de Lucy Lane a irmã maloqueira de Lois que em outro filme falou “Acabar como minha irmã? Casada, com filho e morando no subúrbio?” PQP, ela tem outra irmã tb?, Luisa Lane?.

Pois ao ter aula (o professor de informática dela é o Mago Nigel ex peguete da vilã), a vilã tá por perto num engarrafamento. a Bolinha energética brilha e a vilã entende que é o sinal que ela deve catar pra ela o carinha que a lacaia deseja (o tal Ethan, um desses maridos de aluguel) sem saber que é por que a pulseira de Kara reage com o cristal.

Velho na boa, fica uns trauminhas em que a vilã quer o cara pra ela, faz o mocinho tomar uma poção de amor que dá errado (ele se apaixonaria pela primeira pessoa que olhasse e ele sai vagando pela cidade cheia… e n olha pra ninguém?), daí a vilá usa magica pra uma escavadeira trazer o mocinho que é salvo pela super girl que vira humana depois… bicho. È foda. Só vale pelas cenas de voo da mocinha. Ah e Jimmy Olsen sai com a irmã de Lois. E a mina resolve salvar o “pedaço de carne” do filme pulando na escavadeira e batendo a cabeça hahahha.

POIS BEM. O “feitiço do amor” faz o mocinho ficar idiota e n percebe que Linda e Supergirl são a mesma pessoa  – feitiços shoulda know better- , daí a vilã chama o mago pra ajudar. Ele traz a varinha de condão mais feia do mundo “feita de puro mal” que faz a mulher ter muito mais controle dos poderes (transportando o mocinho pra casa dela, depois transformando casa em um castelo em cima de uma montanha… no meio da cidade).

È instituído o estado do “vamos adorar Selena” da noite pro dia, quem desobedece é preso e a pseudo resistência são os jovens. Supergirl voa pra salvar o mocinho no castelo e é mandada praaaaaaaaaa

Zona Fantasma (??????????????????????????????????) Como caralho a vilã sabia disso? Ou era o mesmo lugar. Meu e por que o filme da supergirl trata a zona fantasma como um LUGAR e não como uma prisão no espelho? Kara vai pra lá e percebe não ter poderes. Quando é salva de ser afogada no gel verde por… ZOLTAR! Que aparentemente passou uma porrada de tempo lá (aprendendo a tomar gel verde como refresco).

Ele explica que estão na “dimensão prisão Kriptoniana” e que não tem saída, no que Kara depois de muito lengalenga convence-o a mostrar “a saida que pode significar morte”. Depois de uma leve caminhada, uma escalada e uns problemas enviados por Selene (que devia tar cagando ou fazendo coisa melhor que observar a zona fantasma), Zoltar morre e Kara escapa. Simples assim.

Kara voa pro castelo de Selene onde encontra os amigos jovens e Nigel como reféns. Enfrenta Selene que, faz o chão tremer e besteira assim causando dificuldades pra Supergirl (que sabe voar porra!!!) e conjura um dragão de isopor e névoa que laaa a trás o Nigel mostrou “seria problemas pra Selene”. Supergirl (com ajuda do mocinho) coloca Selene na frente do dragão, matando-a. Supergirl pega a bolinha de energia, se despede de Lane e Olsen e do mocinho (que descobriu na lata a identidade) e volta pra dentro do lago, onde Argo volta a brilhar, supondo salvando a cidade.

Cara. A mocinha passa a maior parte do filme com problemas com a humanidade/relação com o mocinho (ridícula). Em momento algum se preocupa com a cidade tipo “foda-se eles”.

Quando ela chega na zona fantasma o Zoltar está lá faz um bom tempo e nunca é dito que o tempo passa muito rápido na zona fantasma. Supõe-se que Argo virou fumaça a um booom tempo.

Ela sai da zona, detona a vilã e volta “tudo bem em casa”? Pfff. Já falei que é um filme nota 3? Pois é. Só que a cena de voo detona todas dos clássicos.

Superman III

Superman III

Sinceramente? O maior “filme problema” da cinessérie. Enquanto o 1 2 são medianos pra bons, o 4 é muito ruim e supergirl é uma merda, esse é ÓTIMO por um lado, péssimo por outro. Se dividissem em 2 filmes distintos… hummm engraçado por que é uma das idéias do filme.

O grande problema foi que esse foi um “filme veículo” para Richard Prior. Nada contra o comediante (Estou numa sequencia de ver filmes dele) mas não era muito a hora e o lugar pra ajuntar ele e superman..

Pois bem.

O filme começa com Gus Gorman (Prior), desempregado serial que descobre ter afinidade por computadores. Trabalhando “sério” ele percebe que ganha pouco e ainda é descontado “meio centavo pra baixo”. Quando questiona o que fazem com meio centavo, um colega explica que fica “perdido no sistema”. É mostrado bem cedo que a afinidade com computadores de Gus, beira ser um super poder, chega a ser ridículo. Pois Gus usa esse poder pra pegar todos os meio centavos e aumentar num contra-cheque separado. (Sim o mesmo sistema que usaram em Office Space de 99, que se inspirou nesse filme do super)

Enquanto isso, Lois (cuja atriz Kidder tava fula com a direção dos filmes e abandonou pelo jeito) tira férias pra “BER-MU-DÔ de cara. Tipo “foda-se esse filme, to de férias”. Teve menos tempo de cena que o Marlon Brando. Mas ganhou bem menos que ele né?

Já Clark consegue com ajuda do jornal Planeta Diário pra cobrir a interessante matéria baseada nele: “Um jornalista de cidade pequena que foi pra cidade grande, volta a cidade pequena”. UAU. Eu leria. Caso fosse um obituário, tipo “Amargo Regresso”. Ah e consegue que Olsen vá junto. No meio do caminho tem um acidente numa fábrica em que Olsen quebra o pé tentando tirar fotos e descobrimos que tem um líquido que vira ácido quando esquenta. Mas só vai ter uso depois!

Já Gus se lasca por que o dono da empresa vê que sumiu dinheiro e que ele é o único idiota a ostentar que tem muito mais grana que todos os outros funcionários (até porque foi ele que roubou os centavos de todos, que era do chefe). O tal chefe, Ross Webster, fica fascinado com a capacidade de Gus e quer usa-lo pra hackear um satélite para esculhambar a plantação de café da Colômbia (a única de café que ele não controla). Ajudado pela irmã feia (Annie Ross que parece a Mama Fratelli de Goonies) e pela deliciosa, maravilhosa Lorelei Ambrosia  (Pamela Stephenson), eles chantageiam Gus a detonar a Colômbia, indo no braço da empresa que controla o Satélite em… Smallville. Detalhe é que Lorelei interpreta a perfeita lôraburra. Sim Lorelei interpreta e não Pamela (A atriz) por que na verdade Lorelei é inteligente pra caraio, mas finge não ser. Achei foda. Além dela ser a mulher mais linda de TODOS os filmes do super até agora, hands down.

Em Pequenópolis, Clark encontra a paixão colegial (do colégio inteiro) Lana Lang que casou com o típico bully líder do time de futebol americano. Agora o cara é um loser e Clark é o cara mais famoso da cidade, sendo que Lana tá separada. (VAI QUE È TUA CLARK! Lana arrasta asa pra Clark e até piquenique durante tempestade vã o fazer. O filho de Lana cai e bate a cabeça no meio de um campo, quando as colheitadeiras vão passar, Clark salva (sumindo enqto super man aparece) e daí o filho de Lana entra numa espiral de “superman é meu amigo”. O Bully ex marido de Lana é o guarda de onde fica a central de computadores que Gus precisa haquear. Como a única maneira de entrar era embebedando o bicho que já era um Alcoólatra Conhecido, Gus fica mais louco que superman e faz altas maluquices hackeando Deus e o mundo, na lógica de “computadores são mágica” de Hollywood.

Mas consegue fazer o satélite criar um furação que QUASE detona a Colômbia se não fosse a intervenção de Superman. Nisso os vilões (Websters e Ambrosia) pensam em mudar de ramo, nada mais de mexer com café, mas com petróleo. Só que precisam tirar superman da jogada. Lembrando da matéria que Lois escreveu eles resolvem descobrir como fazer kriptonita. Mandam Gus escanear o espaço onde ficava kripton pra descobrir  composição da pedra venenosa à superman. Gus consegue mas uma porcentagem pequena é de “material desconhecido” no que ele adiciona “Alcatrão” e manda criar a pedra.

Clark pra fazer moral com Lana, fala que conseguia um autógrafo de superman para o filho dela, no que se transforma numa VISITA do superman. Daí essa visitinha de aniversário vira uma… parada para superman em smallville! Sério, ele recebe a chave da cidade e tudo. Nisso, Gus vai com a kriptonita e entrega pra superman, disfarçado de general. A kriptonita parece não fazer efeito e tudo transcorre normal. Até quando Lana chama super pra ir na casa dela, onde super vagarosamente começa a virar um babaca. Ele enrola pra ir salvar um cara (quem é que liga “Oi o superman tá aí? Precisamos dele aqui. Porra) e o cara morre, graças ao atraso. Ocorre uma espiral de problemas, Super vira mais babaca, começa a beber durante o dia e tudo. Foda por que o uniforme dele começa e ficar escurecido, achei massa pra caraio. Reeve como superman atormentado alcoólatra foi incrivel.

Melhor cena!

Melhor cena!

Gus contra-extorque os Webster para conseguir deles um computador que basicamente não existe (ele criou o projeto) e agora comandam todos os navios de petróleo a irem pra um ponto do mar e “esperar”. Quando um dos navios desobedece, eles colocam Lorelei para seduzir o mutcholoco Superman (ele super sacaneia as pessoas, é massa) pra resolver o problema pra eles. Ele vai lá, arrebenta o navio (derramando óleo no mar) e volta pra… foder com Lorelei. Juro, sem dúvidas que rolou.

Lana e filho vem pra metrópolis e acaba encontrando superman, no que o filho grita “você está doente superman e blablabla” no que superman desce num ferro velho e grita, pessoas saem correndo dizendo “ele pirou de vez” o que achei muitíssimo humano. Nada de “Oi vamos ver por que gritas.” e sim “RUN FOR YOUR LIVES!”. Superman então se separa em 2, um com roupa escura, babaca, imoral e muito mais legal, e Clark, moçinho perfeito. Após umas boas porradas, fica parecendo que o superman ganhou, mas Clark escapa da compactadora de metal e “enforca” superman, fazendo-o desaparecer. Nisso clark abre a camisa e olha pra cima, mostrando o uniforme por baixo da roupa. Foda.

POR OUTRO LADO, é um momento meio Clube da luta: Será que existiam mesmo 2 “supers” ou era coisa da cabeça do superman?

Super sai por aí desfazendo o mal e vai ao Grand Canion onde os vilões tem base. Chegando lá, os Websters usam o supercomputador de Gus pra detonar superman (agora com um raio de kriptonita perfeito) enquanto Gus não chega e Lorelei meio que fica em cima do muro (ela gamou na superpica). Gus chega e vê que os vilões vão matar superman, no que ele se opõe. Salva superman , que foge. O computador (desligado por Gus) cria vida e pega energia de linhas próximas para “continuar a viver”, pega a irmã feia e transforma em um figurante de filmes de tecnologia de terror (pense robô de papel alumínio) e tenta detonar todos (lorelei toma um pau e Webster um capote). Super volta com um pote de líquido, que o computador analisa ser inerte, tentando agora assimilar superman.

Com o calor do computador, o líquido (que era o ácido que eu falei laááaa em cima) se ativa e detona o computador. Superman deixa Websters e Lorelei pra lidar com o exército e leva Gus pra uma mina de carvão, transformando um carvão em diamante e deixando uma recomendação de emprego (que Gus nem usa). Superman voa À orbita sorri e vai embora.

Se pegassem as partes de Smalville (tirando quando super “ficando muito louco” dá em cima de Lana, e fizessem só de “Supeman muito louco com Lorelei” daria uma nota 10 pro filme. Mas como tem mta bagunça, mto romance enrolação, fica a nota 5. 10 pra uma parte do filme, 0 pra outra, média 5.

E finalmente:

supermaniv

A volta de Luthor! De Lois! Mais ou menos.

Luthor está preso e é solto graças ao cara de “Gatinhas e Gatões”. Não sabe quem é? O Irmão do Charlie de “Two anda a Half Man”

Esse cara é Lenny Luthor

LennyLuthor

são o mesmo.

jon_cryer

Ou pelo menos, são parentes.

Que a única descrição que me vem é que é uma pessoa que faria Mc Hammer, Vanilla Ice, Rip Taylor e Liberaci ficarem com vergonha alheia. Luthor rouba a cena como sempre mas agora ele não tem mais Valerie Perrine como Eve Teschmacher, mas umas 2 Lutheretes sem nome. Bonitinhas. So que anda com o esparro de gente que é o sobrinho Lenny.

Nesse filme, duas coisas: Primeiro a guerra nuclear é eminente. Segundo, o Planeta Diário foi dominado por um cara cujo interesse é vender jornal, não veracidade jornalística (vulgo tablóide inglês).

No primeiro caso, um moleque qualquer manda uma carta ao Planeta perguntando por que o superman não faz nada contra a guerra nuclear. No segundo, o novo dono do Planeta tem uma filha que fica caidinha por Clark.

Após a carta, Clark tira o dia pra pensar (até indo na fortaleza, perguntar pra um conselho de criptonianos que nunca apareceu antes, o que fazer. No que eles mandam super vazar da terra e achar um novo lugar pra morar) e até esquece de um compromisso que tinha com Lois. Quando ela cobra, ele leva-a pra voar (ecos de superman 2) revelando o segredo. De novo. Não lembro se transou com ela ou não, sei que após um tempinho ele lasca um “super beijo apagador de memória nela… E decide acabar com as armas nucleares na terra (Ah Planeta Diário tenta criar polêmica de que super não queria responder o menino da carta), declarando na sede da ONU isso.

Um a um ele vai acumulando os mísseis (lançados? Whatahell!) na atmosfera. Aliás, na série de quadrinhos “Rising Stars” tem algo semelhante, bem legal. No superman? Ruim.

Rola um encontro duplo entre Lois e Clark e a Filha do dono do Jornal com Superman, que ele se esforça pra fazer os 2 papéis e cara, é tipo trapalhões com superman. Desnecessário. Outra, superman já atrás de outro rabo de saia EM SEGUIDA de ter pego a Lois. Sacana.

Luthor convence os maiores vilões que mexem com armas nucleares (um general russo, um Françes e não lembro quem) a pagar pra ele grana, pra dar um jeito em super. O Luthor conseguiu um fio de cabelo de superman e usa isso pra criar um clone, a melhor maneira de fazê-lo seria jogar o proto super no sol (onde super anda jogando os mísseis da terra). Conseguem colocar a massa em um míssel e assim ocorre: Nasce o Homem-Nuclear, uma cópia beeem estranha do superman. Suas energias vem do sol. Ele é mei bobão, mas nem tão fiel a Luthor. Só que a fraqueza dele é, e sentem-se pra ouvir essa: Ele “desliga” quando não está sob a luz do sol. Sério.

O arqui inimigo dele é… A sombra! A Nuvem. O Guarda-sol. Por outro lado, é como Luthor o domina.

Luthor chama super via Frequencia especial (como no 1) e põe super e nuclear pra trocar porrada. Super se defende bem, mas Nuclear sai detonando por aí pra tocá o terrô… detona a muralha da china, onde super usa o poder da visão pra arrumar (?) e assim vai. Sò que o supervilão tenta detonar a estátua da liberdade, onde o super intervém mas deixa a guarda baixa, sendo arranhado pelas unhas nucleares do vilão. Ui. Depois toma um superchute que arranca a capa.

Todos dão o superman como morto e Lois vai atrás de Clark que sumiu, revelando que ama o super talz. Kal-El usa um cristal kriptoniano pra se recuperar (dessa vez com lembranças da mãe… por que Marlon Brando devia querer muito dinheiro acho) e aparentemente funciona. Quanta vezes ele vai perder os poderes e recuperar?

Tá. Homem Nuclear pira na batatinha pela filha do dono do Jornal (que tinha tesão por Clark) e tenta atacá-la, superman impede prendendo ele num elevador (onde ele desativa) e jogando na lua. Só que depois de um tempo luz solar entra por uma fresta, reativando-o. Nuclear martela super em solo lunar e vai ao Planeta Diário, atrás da mulher.  Super se recupera e força a lua entre a terra e sol, causando um eclipse para desativar o homem Nuclear. Superman resgata a mulher e joga o Nuclear em um reator nuclear, onde ele fornece energia pra cidade, matando ele (acho).

Perry faz um empréstimo e compra mais da metade das ações do jornal, sendo efetivado dono e evita que o novo dono (que só quer vender jornal) tenha controle editorial.

Superman prende Luthor, põe Lenny no reformatório e discursa que só haverá paz quando as pessoas quiserem tanto que o governo seja obrigado a entregar.

Melhor cena do filme todo? Luthor de volta à prisão, onde ele assobiava Beethoven e enchia o saco dos outros presos ante de fugir, e quando retorna todos os presos falam “Olhem, Beetohen voltou” e assobiam juntos, enchendo o saco do Luthor.

Nota desse? Nota 3. Pior que supergirl, mas eu prefiro esse acho. Por que supergirl vale pelo voo. E só. No final geral é bem inferior a esse se n tivesse voo.

Anúncios