Vontade de escrever…

Já andei mais do que minhas pernas aguentavam e mais um pouco. E já fiquei com preguiça de mudar de canal.

Já tentei substituir pessoas por coisas.

Comprei coisas caras e vendi barato. Achei preciosidades jogadas aos porcos e vi que prefiriam ficar ali. Achei a razão da minha vida e sei que ela pertence ao mundo e não a mim. Já chorei por não entender. Já chorei por entender.

Criei calos dolorosos nas mãos e nos pés com sorriso no rosto. Apreciei a bela vida querendo ir gastar meu tempo em qualquer outro lugar.

Já me vendi barato. Já me cobrei muito.

Já escrevi músicas que me fazem chorar, mas não quero liberar essa dor no mundo. Já estive sozinho em lugares que me queriam fazer cantar. Meu coração explodir de felicidade. Já tive que fugir com amigos na escuridão.

Já abri o coração pra quem não merecia. Já fechei meu coração achando que era a solução. Já ri querendo chorar. Já fiz rir querendo fazer chorar.

Li livros que tenho pena em saber que poucas pessoas apreciaram. Sei que minha mente não se prende a essa mera realidade. Já me preocupei com o futuro que nunca veio. Já me apeguei a um passado que nunca existiu. Guardei meus sentimentos numa caixa achando que eles sumiriam. Espalhei aos quatro vendos achando que eles diminuiriam. Hoje sei que a caixa em que eles vem tem o tamanho perfeito. Basta você entendê-los.

Pelo pouco que entendo da vida hoje (que achava entender pouco ontem e menos ainda antes e a longo prazo sei que estou errado) é que a felicidade é vivida juntamente com a dor. Se você vai deixar sua vida marcada pelos momentos de dor ou pelos momentos de felicidade é uma escolha pessoal.

Relembrar as coisas ruins do passado é tão mais fácil, que torna a tentativa de lembrar as coisas boas difícil. Por preguiça nossa, claro.

Quase nada do que você acha importante hoje será realmente importante. Comer, beber, rir… Aproveitar cada momento é o céu nosso de cada dia.  A correria e os problemas que aparecem nada mais são do que desvios para o verdadeiro caminho. Quando achar que tudo está mal e perdido se lembre daquele momento tão feliz que teve. Ele não sumiu, está guardado no tempo e espaço e uma das coisas mais importante é lembrar deles. Quem realmente se lembra, como o seu coração que fica toneladas mais leves só de imaginar? Cheiro de sol, música que eleva… Você precisa contar aos próximos como é ser e viver a sua felicidade pessoal.

E o amanhã guarda momentos ainda melhores, basta você poder admirar corretamente. Como uma nuvem, você joga o que tem em você, nela. Elas são o que são e não o que você projeta. Então não faça das nuvens de chuva algo de mal. Como meu avô dizia quando via tempo escuro, nuvens carregadas:  “-Que tempo bonito!”. Estranho né? Tempo fechado, escuro, frio… Mas esse mesmo avô veio do interior da Bahia e lá nunca via chuva. Ver aquilo era como ver milagres enchendo o céu. Entenda melhor o que você sente pra depois jogar pra fora.

Poucas coisas são tão ruins quanto a primeira impressão marca. Não quero parecer sábio, por que tenho certeza que amanhã eu tentarei te vender outro conselho que pode ou não ser inútil, mas as vezes precisamos falar. Quem sabe isso sirva pra alguém.

Já fiz muitas coisas e das que me lembro claramente são as que me arrependo. As vezes preciso encontra pessoas que me lembrem os bons tempos. As vezes preciso tomar tempo pra olhar pra dentro. Achei que não passaria dos 30.

Hoje vivo por aí, sendo mais feliz do que você esperaria e que eu podia imaginar.

O tempo de se preocupar com o passado é o passado. Como uma tartaruga de desenho muito sábia já disse “O passado é história, o futuro é mistério. Mas o hoje é uma dádiva. Pos isso é chamado de Presente”.

Anúncios