Prefeitura de Aquidauana dando calote?

Situando: trabalho na loja da minha família e tenho bilhões de causos sobre compradores de todos os tipos e tamanhos. Recentemente tenho cuidado do setor de cobranças e depois de consultar minha amiga Viv’s, resolvi contar essa novidade.

Vendemos para a prefeitura de Aquidauana, aqui mesmo do interior do Mato Grosso do Sul (interior do interior) produtos no valor de  R$760 reais, tudo muito jóia, tudo muito lindo. Na hora de pagar, aparentemente só existe a modalidade DOC para prefeituras. Ok. Recebemos DOCS direto e já nem assusta.

O que me deixou grilado foi que na hora de nos pagarem, o DOC veio em valor inferior. Quando entramos em contato, o setor responsável da prefeitura de Aquidauana falou que é comum o banco cobrar uma taxa para o pagamento e por isso recebemos o valor inferior. A surpresa é que é a PRIMEIRA vez que eu vejo a pessoa que vai receber PAGAR uma taxa.

Botando em perspectiva, é basicamente se eu atrasasse o pagamento da minha água ou luz e a multa fosse cobrada DA EMPRESA FORNECEDORA. Lindo isso né? Devo 130 reais, os juros são de 3 reais. Eu pago 130 e a empresa recebe 127, por causa da taxa.

Segundo o pessoal responsável da prefeitura (que só fala contigo se vc liga milhars de vezes atrás), é normal essa taxa e não é da parte deles. Então temos UMA empresa do estado que faz isso? Só ela a diferentona? Acho difícil.

O complicado nem é tanto o valor, R$16 que sejam não são uma perda substancial. Mas assim como minha empresa perdeu R$16, alguém perdeu mais e outras menos. No final do mês se eu dei um calote de 16 reais por dia, são R$480 reais. Quase um salário mínimo. E alguém está ganhando isso tirando dos outros.

E suspeito que existem vários outras pessoas que receberam calote, mas deixaram quieto só por que o valor é ínfimo…

 

Bem, de minha parte ficou muito simples: Essa prefeitura só pode comprar à vista ou em boleto bancário (que cobra juros e manda direto pra cartório quando a devedora não paga). Ou não compra aqui.

Anúncios