Vendetta – Máquinas Caça-Níquel – Review

Olha, esse é foda.

Mas já viu a série de jogos de fliperama que arrancavam nossa grana? Então devia. Tão aqui.

Na lista, Cadillacs & Dinousaurs, Golden Axe, Double Dragon, Altered Beast, Tartarugas Ninja, Ghost’s N Goblins, Os Simpsons e finalmente este. Creio que máquinas que gastavam todas as nossas fichas estão acabando, só sobrando aquelas que nós jogávamoas por diversão mesmo.

Mas então.. Vendetta. Lançada em 1991 pela Konami, vendetta foi o beat them up concorrente direto com Caddilacs et Dinosaurs. Entre as armas que você podia usar no jogo, estavam correntes, tijolos, chicotes, coquetéis molotov e até uma espingarda. Jogando com duas pessoas uma podia segurar o inimigo e outra bater. Era muito foda!

A começar pela arte

Você podia jogar em até quatro jogadores, que virou moda uma época e como todo jogo da época, uma gangue de velhotes tem a namorada (namorada de TODOS? E eu que achava que bigamia era forte em Double Dragon e Armação Ilimitada) sequestrada por outra gangue rival. O que se segue é a melhor pancadaria herdada do Double Dragon. É um mundo meio Mad Max, meio Warriors e tudo e todos estão contra você. O clássico estilo de dois botões: soco e chute. Apertados juntos um golpe aéreo que não era especial e roubava energia (como a maioria dos jogos desse tipo) então podia ser defendido e errado. As coisas a se considerar é que o jogo era divertido…

Não são todos os jogos que te permitem tomar um chute no saco

Uma coisa que eu li e que só agora percebi é que os personagens eram os astros da época:

Blood = Mike Tyson, Hawk = Hulk Hogan, Boomer = Jean Claude Van Damme e Sledge = Mr. T.

Sim, era louco por que realmente nos anos 80 eles eram “all the rage”. E tosco também por que os anos 80 foram complicados. Imaginem esses caras como exemplo pras crianças…

E os chefes inimigos? Um cara com motossera, um homem das cavernas, uma dupla (altão forte e  baixinho rápido) um cara com âncora, um cara com estrelinhas ninja e o chefe final com metralhadora!

Pois bem, além do mencionado chute no saco, você podia chutar os inimigos enquanto eles estavam caídos, coisa bem rara hoje em dia. E tudo era divertido pra caraio!

Lembrando do passado, o jogo nem era tão longo só que a última fase era pra acabar. Você voltava ao primeiro estágio e enfrentava  os chefes, em pares.

Cara, esse é o jogo dos sonhos pra muita gente. Divertido, violento… O grande problema desse era o vício mesmo. Certos chefes podiam tomar 5, 6  fichas facilmente e isso era horrível pra molecada que só tinha 4 fichas pro final de semana.

Memórias que só o Criança perpétua destrói:

Vendetta era uma sequência. De um jogo chamado Crime Fighters que se bobear é o verdadeiro maior caça níqueis do mundo. Farei um review em breve.

Na versão japonesa que teve na minha cidade, na terceira fase você enfrentava homossexuais ou coisa assim, que.. bem…

HUMP you to death. Sim, eles te encoxavam até a morte. E pós mortem tb! Se você caia no chão (onde normalmente outros personagens te batiam) ele CONTINUAVA encoxando. Algumas vezes só com o cadáver do seu personagem. E não era só isso, o cara fazia a mesma coisa até com postes. Imagina o desespero e humilhação quando você jogava em grupo e …

...esse cara no poste...

… TE pegava? Pois é..

E pra piorar, uns dobermans do jogo faziam a mesma coisa.

Nossa, sou totalmente contra a violência contra animais, mas virtualmente

DESCIA A PORRADA ATÈ NOS CACHORROS CAÌDOS!

Felizmente as máquinas americanas e européias não tinham isso. Mas infelizmente você pode ter perdido a chance de jogar essa pérola.

Ou não…

E a última máquina caça níquel.

Anúncios