Bonito – Hosteis – Albergues

Como disse, fui no fds pra Bonito.

Tive a oportunidade de ficar em um albergue diferente então resolvi fazer um review dos 2.

Primeiro o Ecological Expeditions.

Eu fiquei nesse hostel lá por novembro de 2010. Era alta temporada então creio ter pago R$30 para ficar em um quarto comunitário junto com mais 3 amigos e 1 desconhecido. Pensei que todo quarto cabia 5 pessoas, mas aparentemente só 1 (como descobri nessa vez que fui). Os outros são para 4 pessoas.

O Ecological fica na rua Pedro Álvarez Cabral, a uma quadra e meia da rua principal de Bonito (Rua Cel. Pilad Rebua) senão me engano você pode se guiar pelas indicações do supermercado da rede Econômica (o maior de Bonito). Seguindo sentido Centro>Gruta do lago Azul você verá a indicação do supermercado e será a próxima rua que corta a Cel Rebuá. Vire à esquerda.

Uma das coisas ótimas deste albergue é que ele é muito bem localizado. Apesar de não ser muito próximo do centro, ainda assim são umas 10 quadras ou menos de lá. A uma quadra fica esse supermercado e a duas fica a rodoviária de Bonito. Tudo asfaltado.

Sobre a estrutura, ela é boa. Na entrada tem um telhado que protege em caso de chuva e tem um bom estacionamento porém não é coberto. Eles têm um salão para o café da manhã/lanches com uns 3 ou 4 computadores com acesso a internet (incluso na diária). Também incluso está um bom café da manhã que vai das 7 as 9hs.  O hostel tem uma longa varanda com cadeiras e redes, um lugar legal para ficar. A cozinha pode ser usada para fazer as próprias refeições como em todo bom hostel. Não lembro que horas ela fecha.

No quarto que fiquei tinha um ar condicionado bom e um frigobar (pra vc guardar suas coisas, ele mesmo é vazio). As camas de solteiro eram boas, nada demais a dizer do quarto. Dormível. O cara que estava lá no dia, creio que era o dono ou filho do dono, muito gente boa.

Minha experiência foi jóia da primeira vez. Dessa última um funcionário me garantiu que conseguia uns quartos pra gente (7 pessoas total) mesmo que fossem em quartos separados, por apenas R$25, já que estávamos em grupo. Me garantiu, pegou meu número de celular e quando voltamos de um passeio ele disse que não conseguiu. Disse também que ligou no número mas ninguém respondeu (sendo que a TIM manda aviso quando alguém me liga e eu não recebi nada). Pelo que entendi se for ficar lá então, tem que ir logo pegando um quarto e eles que se virem. Suspeito que chegou mais gente que pagaria os R$35 e eles jogaram a gente pra escanteio. Por causa disso tivemos que voltar ao primeiro hostel que passamos dessa vez, o AJ.

O Aj – Bonito Hi Hostel

Foi o primeiro contato que tive com o HI hostel de Bonito. Chegamos sábado de manhã e fomos direto pra lá, por que acreditávamos que íamos ficar ness. Outra coisa é que ele serve de agência de turismo também…

Pois bem. Fica na rua Lúcio Borralho (a mesma da entrada do supermercado da rede econômica perto do outro hostel, paralela à Cel Rebua) só que no sentido Centro > Gruta do Lago azul, mas 9 quadras à frente. Aconselhável ir pela Rebuá e entrar pela Rua Dr. Pires, sendo bem sinalizado. O problema é que em volta o hostel, por 2 quadras não tem asfalto, é no barro mesmo. Creio que em breve será asfaltado, mas fica a dica. Ah e como choveu, as vezes tinha umas valetas no caminho.

A estrutura é muito boa. Tem um estacionamento (engraçado que é menor que o do outro hostel) não coberto também, um salão aberto para refeições, uma cozinha para você fazer seu rango, uma piscina, um redário coberto e uma área de camping com churrasqueira. Muito foda. O setor do quartos de casal é em um terreno separado, em outra quadra, na Dr. Pires. Neste, uma cama de casal, uma de solteiro e um bom banheiro. Por R$ 80 reais pro casal. Já nos quartos comuns, é separado por gêneros e tinha 6 beliches no quarto, lockers e um banheiro grande, com privada separada, pia e chuveiro. Não conseguimos fechar um quarto só pra nosso grupo e pagamos R$ 38 cada um.

De manhã tem um café das 7 as 10 (salvo engano) que foi muito bom, com ovos mexidos, frutas diversas, um pão francês feio mas bom, uns bolos, pães… café e suco de saquinho. Não posso negar que comi muito bem e acho que os cafés da manhã nos dois hostels se equivalem (sendo que a bebida café do AJ é um dos melhores que tomei. Top 10).

O que aconteceu aqui é que o staff não mandou muito bem. No quarto das garotas, o chuveiro quente não funcionava mesmo depois de variadas reclamações na portaaria e variadas desculpas e até garantia de que estava arrumado (mas não estava). Muitos dos turistas que compravam passeios não eram avisados das caronas (cobradas à parte, mas nunca muito explicado aos estrangeiros) e até presenciamos não entregarem o voucher! O que acontece é que o turista estrangeiro tem que cobrar e muito do hostel, senão acaba perdido. Um exemplo claro: Uma argentina e filha perderam carona no dia anterior a um passeio. Ok. Quando fomos ao Bóia Cross, o funcionário perguntou se não conseguíamos levá-la e trazê-la e concordamos. Chegando no passeio a surpresa: Não tinham entregado o voucher pra ela e filha! Conversei com o guia e ele ligou ao hostel confirmando tar tudo pago e correto. A mulher disse que no dia anterior outra pessoa reclamou da mesma coisa. Uuma garota do nosso grupo esqueceu o biquini as 10 horas por lá (quando fizemos o check-out) e quando passou as 13hs já tinha sumido…

Então, se for ficar nesse cobre, reclame… sapateie! É um bom hostel, bem estruturado mas peca pelo staff (mas as mulheres que limpam as partes comunitárias mandavam bem, pelo que eu vi).

Leia aqui sobre a viagem à Bonito

Leia aqui sobre os Albergues/Hostels

Leia aqui sobre a Flutuação no Rio Sucuri

Leia aqui sobre o Bóia Cross

Leia sobre o que foi publicado sobre Bonito no meu blog, aqui.

Anúncios